Downloads de artigos: Um indicador alternativo do impacto da pesquisa nacional e compartilhamento de conhecimento intersetorial


    
Por Andrew Plume e Judith Kamalski

              Hoje em dia, o surgimento de métricas alternativas como indicadores complementares para avaliar o valor e o impacto de artigos de pesquisa centrou-se principalmente no nível do artigo e/ou do autor. Entretanto, tais métricas – que podem incluir menção nas mídias sociais, cobertura na mídia tradicional impressa e na online, e contagem de download de textos completos – raramente foram aplicadas anteriormente para níveis mais elevados de agregação como temas de pesquisa, periódicos, instituições ou países. Em particular, o uso de contagens de downloads de artigos (também conhecidos como estatísticas de uso de artigos) não foi utilizado desta forma devido à dificuldade de agregação de contagens de downloads de artigos em várias plataformas de publishers para obter uma visão holística. Enquanto o significado de um download, definido como o evento em que o usuário visualiza o HTML do texto completo de um artigo ou o download do PDF do texto completo de um artigo a partir de uma plataforma de texto completo de artigo de periódico, continua  uma questãocontroversa, é geralmente considerado como representando uma indicação do interesse do leitor e/ou do impacto da pesquisa.

            Como parte do relatório ”Desempenho Internacional Comparativo da Base de Pesquisa do Reino Unido: 2013″, encomendado pelo Departamento Britânico para Negócios, Inovação e Habilidades (Department of Business, Innovation and Skills, BIS), dados de downloads foram usados ​​de duas diferentes maneiras para explicar o que não seria possível a partir de indicadores mais tradicionais, baseados em citação. Neste relatório, publicado em dezembro de 2013, dados de downloads foram usados ​​juntamente com dados de citação em comparações internacionais de modo a oferecer uma perspectiva diferente sobre o impacto da pesquisa nacional, e também foram usados ​​para fornecer uma visualização exclusiva do intercâmbio de conhecimento entre autores e leitores em dois segmentos distintos porem interconectados do cenário de realização e consumo da pesquisa: os setores acadêmico e empresarial.


Comparando o impacto da pesquisa nacional utilizando um indicador inédito derivado da contagem de downloads de artigos

 

             Impacto baseado em citação é, por definição, um indicador defasado: artigos recém-publicados precisam ser lidos, após o qual podem influenciar os estudos que serão, são ou foram executados, os quais são, então, escritos na forma de manuscrito, submetidos à revisão por pares, publicados e, finalmente, incluídos em um índice de citação, como o Scopus e o SciELO. Somente após estas etapas serem concluídas as citações de artigos anteriores podem ser sistematicamente contadas. Normalmente, uma janela de citação de três a cinco anos após o ano de publicação fornece resultados confiáveis. Por esta razão, a contagem de downloads tornou-se uma alternativa atraente, uma vez que é possível iniciar a contagem de downloads de textos completos de artigos em texto  imediatamente após a publicação on-line e derivar indicadores robustos em períodos de meses ao invés de anos.

Continue lendo... 


FONTE: SciELo em Perspectiva, 24 de março de 2014.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Feliz 2011

Wiley promove webinar sobre publicação de artigos em revistas científicas

Plataforma dos treinamentos online passa por atualização e oferece novas funcionalidades