sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Fim do horário de verão não prejudica organismo, diz médico

Horário de verão termina no próximo final de semana
Por AE

São Paulo - Ao contrário do que pensam muitas pessoas, a mudança de horário não causa males ao organismo, afirma o clínico-geral da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Paulo Olzon. "As pessoas mais metódicas podem se estressar por ser uma mudança repentina, mas o organismo consegue se adaptar facilmente; não há muitas consequências para o corpo".

Termina sábado, à meia-noite, o horário brasileiro de verão, que teve sua maior temporada desde 1985. Os relógios devem ser atrasados em 1 hora em 11 Estados (São Paulo, Rio, Minas, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Bahia), além do Distrito Federal.

Porém, para quem tem dificuldades para se adaptar, é preciso se preparar para a alteração de horário, conforme o médico neurologista da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) em Botucatu Ronaldo Guimarães Fonseca. O médico explica que alterações de horário ocasionam oscilações no organismo relacionadas à produção de hormônio e podem causar problemas relacionados ao sono.

AE - Agência Estado - Uma empresa do Grupo Estado.

FONTE: Veja, 24/02/2012.

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: