terça-feira, 10 de julho de 2012

Manual capacita técnicos de diagnóstico para detecção do “Trypanosoma Cruzi”

A publicação está disponível para acesso gratuito.

Para colaborar na capacitação de profissionais que atuam em diagnóstico, o Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), vinculado ao Ministério da Saúde, lançou na última sexta- feira, 6 de julho, a segunda edição do Manual de Capacitação na Detecção de Trypanosoma cruzi para Microscopistas de Malária e Laboratoristas da Rede Pública.

O manual foi desenvolvido no Laboratório de Doenças Parasitárias e editado pelo pesquisador José Rodrigues Coura, chefe do laboratório.

Financiado pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e pelo Departamento de Controle de Doenças Tropicais Negligenciadas (TDR/OMS), a publicação tem apoio da Rede ePORTUGUÊSe (OMS), que reúne oito países de língua portuguesa. “O manual é importante porque prepara microscopistas da área de malária para diagnosticar casos agudos da doença de Chagas na Amazônia brasileira. Com isso, é possível diagnosticar em torno de 200 casos agudos por ano”, avalia Coura.

A publicação foi produzida a partir da estrutura de cursos realizados nos nove estados da região amazônica. “Diante da experiência acumulada nos 14 cursos ministrados na Amazônia brasileira, estamos certos de que esse modelo de curso poderá ter o mesmo êxito nas demais regiões Amazônicas”, afirma Coura. A publicação, apresentada pelo presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, durante a 65ª Assembleia Mundial da Saúde, em Genebra, teve sua relevância destacada no encontro internacional da Rede ePORTUGUÊSe.

Teórico, o módulo 1 apresenta o curso e abordada temas como: Doença de Chagas e seu agente etiológico, Diagnóstico laboratorial – Uma abordagem geral, Conduta com o indivíduo infectado e notificação, Caracterização do T. cruzi. No módulo 2, teórico e prático, estão incluídos os itens Diagnóstico parasitológico do T. cruzi e aulas teóricas e práticas são expostas. O módulo 3 finaliza o manual com conteúdo teórico e prático, definindo a Identificação, biologia de triatomíneos e métodos de coleta, contando também com aulas teóricas e práticas.

Acesse o Manual aqui.

Fonte: Fiocruz, 9/07/2012



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: