terça-feira, 20 de maio de 2014

UNESCO lança publicação sobre educação em sexualidade no contexto brasileiro




                    A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) acaba de lançar uma publicação dedicada a educadores brasileiros sobre o tema da sexualidade – denominada “Orientações técnicas de educação em sexualidade para o cenário brasileiro: tópicos e objetivos de aprendizagem”.

                   Resultado de uma adaptação para o cenário brasileiro de tópicos e objetivos de aprendizagem incluídos na publicação “Orientação técnica internacional sobre educação em sexualidade: uma abordagem baseada em evidências para escolas, professores e educadores em saúde, volumes 1 e 2” – publicada pela UNESCO em 2009 –, este documento busca fornecer orientações para o desenvolvimento de currículos adaptados aos locais onde serão aplicados.
                  O documento de 2009, publicado em Paris, contou com a parceria do Fundo de População da ONU (UNFPA), do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e da Organização Mundial da Saúde (OMS) no âmbito da Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS).
                 O status de desenvolvimento do Brasil e a experiência prática nessa área certamente podem apresentar aspectos inovadores e servir como referências para versões futuras dessa orientação técnica internacional, diz a UNESCO, assim como seus tópicos e objetivos de aprendizagem para a educação em sexualidade.
                 O interesse da representação da UNESCO no Brasil, em parceria com organizações especializadas na área, foi analisar nacionalmente os conteúdos desses tópicos para incorporar a rica experiência brasileira nas análises internacionais.
                 Por outro lado, considerando a possibilidade de se adaptar os tópicos do cenário local, a agência da ONU afirma ser necessário obter a validação dessas orientações por especialistas brasileiros nas áreas de gênero e sexualidade, de forma a garantir a relevância e a adequação dos conteúdos para cada público-alvo no território nacional.

Acesse a publicação ou solicite uma cópia impressa clicando aqui.


FONTE: ONUBR, 19/05/2014
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: