segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Relatório da ONU coloca Brasil na 24ª posição em ranking da felicidade

 Clique aqui e baixe o relatório completo

       

 

Países europeus da Escandinávia figuram nos primeiros postos do estudo

           

           Um relatório elaborado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e divulgado nesta segunda-feira (09/09) atesta que o Brasil ocupa a 24ª posição no mundo quando o assunto é a felicidade da população. A pesquisa traz dados de 156 países avaliados pela Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da ONU (NSDS, em inglês).

            O estudo foi liderado por especialistas nos campos da economia, psicologia, análise de pesquisa e estatísticas nacionais e mostra como medidas tomadas na área do bem-estar podem ser utilizadas de forma eficaz para avaliar o progresso das nações. Foi inspirado em seis fatores: PIB per capita, expectativa de uma vida saudável, ter alguém em quem confiar, percepção de liberdade para fazer escolhas, corrupção e generosidade.

           — Existe hoje uma demanda mundial crescente de que as políticas sejam mais alinhadas com o que realmente importa para as pessoas e como elas mesmas caracterizam o seu bem-estar — comenta o professor Jeffrey Sachs, da Universidade Columbia, diretor da SDSN e conselheiro especial da Secretaria-Geral das Nações Unidas.

           Na lista dos cinco primeiros países, estão, pela ordem: Dinamarca, Noruega, Suíça, Holanda e Suécia. O Brasil ficou atrás de nações como Costa Rica (12º), Panamá (15º), Venezuela (20º) e Omã (23º), mas à frente de França (25º) e Alemanha (26º).

           Nos últimos cinco anos, indica o estudo, houve altas e quedas no índice de felicidade entre os 156 países analisados. Os dados mostram que a alegria das pessoas aumentou na África Subsaariana e na América Latina, ao passo que regrediu em países industriais. Em 60 nações, foi verificada evolução da felicidade e, em 40, seu decaimento.




FONTE: Bem-Estar, 09/09/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: