sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Capes assina periódicos na área de Fitopatologia

 
           A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) assinou, recentemente, três periódicos em texto completo produzidos pela American Phytopathological Society (APS): Phytopathology, Plant Disease e Molecular Plant-Microbe Interactions. O compromisso dessa sociedade, que existe há mais de um século, é garantir a produção e o compartilhamento dos avanços significativos relacionados às doenças das plantas.
          Com acesso desde 1997 até o presente, as revistas possuem foco em Botânica e áreas correlatas, como Bioquímica, Agronomia, Microbiologia e Biologia Celular. As publicações estão disponíveis por meio do Portal de Periódicos para toda a comunidade acadêmica de mais de 420 instituições de ensino e pesquisa no Brasil.
                                                       
 
Phytopathology é uma publicação sobre os avanços na compreensão das doenças das plantas, sua propagação, os agentes transmissores, os prejuízos e as medidas que podem ser usadas no controle. Alguns dos assuntos abordados são bacteriologia, bioquímica hospedeiro-parasita e biologia celular, controle de doenças e manejo de pragas, ecologia e biologia de populações, epidemiologia, micologia, etiologia da doença, genética de acolhimento e resistência.



Plant Disease é a comunicação rápida de pesquisas sobre novas doenças, epidemias e métodos de controle. A publicação foca os aspectos práticos de diagnóstico e tratamento das doenças. Na seção Disease Notes, é possível encontrar breves relatos de novas patologias encontradas no mundo.

 


Molecular Plant-Microbe Interactions publica artigos originais sobre biologia e genética molecular de interações patológicas, simbióticas e associativas de micróbios e insetos com plantas. O periódico ainda oferece resenhas sobre os aspectos moleculares das interações planta-micróbio.



Fabrícia Carina Souza Araújo 

FONTE: Portal da Capes, 16/08/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: