terça-feira, 4 de setembro de 2012

Traumas matam mais que as três grandes endemias: malária, tuberculose e AIDS



     Anualmente 5,8 milhões de pessoas morrem por trauma em todo o mundo, 32% a mais que a soma das mortes por malária, AIDS e tuberculose. A mortalidade por trauma corresponde a 10% de todas as causas de morte e, sem as devidas intervenções, prevê-se que esta proporção aumentará até 2030. Os traumas respondem também pela maioria de incapacitações permanentes. A maior parte dos traumas ocorre entre pessoas de 5 a 44 anos, ou seja, crianças, jovens e adultos jovens. Clique na imagem para acessar o vídeo. 

     Na faixa etária entre 15 e 29 anos as lesões causadas pelo trânsito são a causa de morte mais frequente, enquanto homicídios e suicídio estão na terceira e quarta posição, afogamentos e queimaduras na sétima e oitava. Na faixa etária entre 5 e 14 anos  as lesões causadas pelo trânsito estão na segunda posição, logo após as infecções respiratórias.

     Contudo, os traumas e as consequências deles constituem uma preocupação forte e emergente na área de saúde.

     No Brasil, as lesões causadas pelo trânsito continuam sendo uma séria preocupação representando uma taxa de 22,3 óbitos por 100 mil habitantes registrada em 2010.



Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: