quinta-feira, 21 de junho de 2012

“House” chega hoje ao fim

Oito anos depois de ter estreado nos Estados Unidos, a série “House” chega ao fim nesta noite no Brasil, um mês após ter ido ao ar para o público americano. O derradeiro episódio será exibido às 22 horas, no canal pago Universal Channel. Aos fãs que já estão saudosos antes do término, resta o alento de que a atração tem um desfecho coerente com o histórico da série.

House aparece caído em um galpão e passa a ter delírios. Depois de vários conflitos que tem enfrentado, como a grave doença de seu melhor amigo, o oncologista Wilson (Robert Sean Leonard) e a possibilidade de ir preso por vandalismo, o médico passa a questionar a própria vida, o caminho que trilhou e a razão de estar vivo. Falar mais do que isso seria estragar a surpresa de quem aguardou até agora escapando de “spoilers”. O último episódio da série somou nove milhões de espectadores nos Estados Unidos. Por aqui, antes da exibição de “Everybody Dies”, os fãs poderão assistir a uma maratona de episódios de “House”, das 8 às 20 horas.

Os primeiros sintomas de que algo não ia bem no roteiro de sucesso estrelado por Hugh Laurie começaram na sétima temporada, quando o formato deu sinais de cansaço. Até Lisa Edelstein, que vivia a chefe do hospital, abandonou o elenco.

House, então, humanizou-se, contradizendo a sua própria essência de cético incorrigível. Se já tinha ido parar no hospício, passou pela cadeia, fez amizades suspeitas e, então, retornou ao hospital Princeton-Plainsboro, com a esperança de que tudo fosse como antes. Da mesma forma que o público, nostálgico da época em que Cameron (Jennifer Morrison), Foreman (Omar Epps) e Chase (Jesse Spencer), e que mesmo ainda se surpreendiam com os métodos pouco ortodoxos do conceituado chefe. Personagens do passado, como Amber Volakis (Anne Dudek), Stacy Warner (Sela Ward), Kutner (Kal Penn) e Martha Masters (Amber Tamblyn) participam do episódio final.

Curiosidades

• No episódio final, House menciona a frase em latim “Carpe Diem” (“aproveite o momento”), citada no filme “A Sociedade dos Poetas Mortos”, no qual o ator Robert Sean Leonard ficou famoso no papel de Neil Perry.

• O título “Everybody Dies” é uma analogia à famosa frase de House. O primeiro episódio da série foi intitulado “Everybody Lies”.

• A música “Enjoy Yourself”, que serviu como pano de fundo para o final do episódio foi escolhida pelo protagonista Hugh Laurie.

• O produtor-executivo de House, David Shore, salientou que novamente o personagem Sherlock Holmes serviu de inspiração para a produção do episódio final.

FONTE: A Notícia, 21/06/2012

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: