quinta-feira, 19 de abril de 2012

Cientistas terão que justificar uso de animais em pesquisas no Brasil


Ministério da Ciência receberá relatórios periódicos de comissões de ética.
Sempre que possível, pesquisadores terão de usar métodos alternativos.
 
O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação instituiu um novo formulário para regulamentar o uso de animais em pesquisas. O documento servirá para que cientistas de todo o país prestem informações sobre os projetos que envolvam animais a comissões de ética especializadas.

Essas comissões, então, prepararão relatórios anuais que deverão ser repassados ao Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (Concea), órgão ligado ao Ministério.

O objetivo da norma é assegurar que as experiências com animais só serão feitas nos casos em que não houver outro método cientificamente validado para fazer a experiência. Sempre que possível, no entanto, os pesquisadores terão de optar pelas técnicas “in vitro” – com células isoladas em laboratório – ou “ex vivo” – usando apenas alguns tecidos específicos, retirados do animal.

A aprovação formal do formulário foi publicada nesta quinta-feira (19) pelo Diário Oficial da União, e passa a valer 15 dias após a data.

Simpósio em Brasília

O Ministério divulgou também a realização de um simpósio para debater o uso de animais em experiências no Brasil. O objetivo é capacitar os gestores das comissões de ética locais em relação às normas do setor. O evento organizado pelo Concea acontece em Brasília nos dias 13 e 14 de junho.


Leia também:

EUA vão restringir uso de chimpanzés em pesquisas científicas

Brasil ainda usa poucas alternativas a animais em pesquisas

FONTE: G1 - Ciência e Saúde, 19/04/2012

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: