segunda-feira, 2 de abril de 2012

Cães no trabalho aumentam a produtividade dos donos, diz pesquisa

Presença de animais no trabalho promove maior interação entre os funcionários, aponta estudo.


De Washington, nos EUA

Os empregadores preocupados em aumentar a produtividade deveriam permitir aos funcionários levar seus cães ao trabalho, sugere um estudo científico publicado na última sexta-feira (30) nos Estados Unidos.

A presença de cães no local de trabalho não apenas contribui para a redução do estresse, mas também ajuda os demais funcionários a enfrentar a jornada, destaca o artigo publicado na última edição do International Journal of Workplace Health Management.

"Os cães são uma eficaz barreira ao estresse", disse à AFP o professor Randolph Barker, da Escola de Comércio da Virginia Commonwealth University, em Richmond.

Relatórios anteriores já haviam demonstrado os efeitos benéficos da presença de cães em hospitais e clínicas para idosos, mas Randolph Barker garante que o estudo desenvolvido por sua equipe é o primeiro com foco na relação entre cães e o local de trabalho.

Os cães são uma solução "de baixo custo e estão facilmente disponíveis para as empresas".

Os pesquisadores analisaram ao longo de uma semana o comportamento de 76 trabalhadores voluntários divididos em três grupos: o que levou seu cão ao trabalho, o que tem um cachorro em casa e o que não possui animal doméstico.

As diferenças nos níveis de estresse entre os que foram trabalhar com seus cães e aqueles que não o fizeram "são surpreendentes", disse Barker. Ao lado dos animais, "os funcionários se mostraram muito mais satisfeitos" no trabalho.

O estudo ainda comprovou que a presença dos animais promove maior interação entre os funcionários.

FONTE: BOL Notícias, 31/03/2012

O artigo já está disponível no Portal da Capes.



BARKER, Randolph T. et al. Preliminary investigation of employee's dog presence on stress and organizational perceptions. International Journal of Workplace Health Management, v. 5, n.1, p. 15-30, 2012.


Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: