quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Novas aquisições

Informamos abaixo a relação das novas aquisições da Biblioteca no mês de Outubro.



AQUISIÇÕES DO MÊS DE OUTUBRO / 2010


(em ordem de título)


TONIOLO NETO, João; PINTARELLI, Vitor Last; YAMATTO, Talita Hatsumi (Org.). À Beira do leito: geriatria e gerontologia na prática hospitalar. Barueri: Manole, 2007. 300 p. 3 Ex.






CARVALHO, Hernandes F; RECCO-PIMENTEL, Shirlei Maria. A célula. 2. ed. Barueri: Manole, 2007. 380 p. 3 Ex.






STEFANELLI, Maguida Costa; CARVALHO, Emilia Campos de (Org.). A comunicação nos diferentes contextos da enfermagem. Barueri: Manole, 2005. 159 p. (Enfermagem). 3 Ex.






BAZZETT, Terence J. An introduction to behavior genetics. Sunderland: Sinauer, 2008. 476 p. 3 Ex.






BARROS, Alba Lucia Bottura Leite de et al. Anamnese e exame físico: avaliação diagnóstica de enfermagem no adulto. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. 440 p. 2 Ex.






MARTINI, Frederic H.; TIMMONS, Michael J.; TALLITSCH, Robert B. Anatomia humana. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009. 870 p. Tradução de: Human anatomy; Inclui 1 CD-ROM e "Atlas do corpo humano". 2 Ex.






GEIS, Pilar Pont. Atividade física e saúde na terceira idade: teoria e prática. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2003. 278 p. 5 Ex.






MARTINI, Frederic H. Atlas do corpo humano. Porto Alegre: Artmed, 2009. 151 p. Tradução de: Martini's atlas of the human body. 2 Ex.






LE CORRE, François; RAGEOT, Emmanuel. Atlas prático de osteopatia. Porto Alegre: Artmed, 2004. 247 p. Tradução de: Atlas pratique de médecine manuelle ostéopathique. 3 Ex.






CIARALLO, Cynthia Rejanne Corrêa Araujo (Org.) et al. Atuação do psicólogo no sistema prisional. Brasília: CFP, 2010. 153 p. 2 Ex.






SANTOS, Acácia Aparecida Angeli dos (Org.) et al. Avaliação psicológica: diretrizes na regulamentação da profissão. Brasília: CFP, 2010. 193 p. 1 Ex.






BIENFAIT, Marcel. Bases elementares técnicas de terapia manual e osteopatia. São Paulo: Summus, 1997. 174 p. Tradução de: Bases élémentaires techniques de la thérapie manuelle et de l'osthéopathie. 5 Ex.






McEWEN, Melanie; WILSS, Evelyn M. Bases teoricas para enfermagem. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009. 576 p. Tradução de: Theoretical basis for nursing. 3 Ex.






KOEPPEN, Bruce M.; STANTON, Bruce A. (Ed.). Berne & Levy Fisiologia. 6. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009. 844 p. Tradução de: Berne and Levy physiology. 1 Ex.






GARCIA, Eduardo A. C. Biofísica. São Paulo: Sarvier, 1998-2009. 387 p. 1 Ex.






HALL, Susan J . Biomecânica básica. 5. ed. Barueri: Manole, 2009. 542 p. Tradução de: Basic biomechanics . 5 Ex.






BINSFELD, Pedro Canisio (Org.). Biossegurança em biotecnologia. Rio de Janeiro: Interciência, 2004. 367 p. 3 Ex.






MOLINARO, Etelcia Moraes; MAJEROWICZ, Joel; VALLE, Silvio. Biossegurança em biotérios. Rio de Janeiro: Interciência, 2008. 226 p. 5 Ex.






CARVALHO, Paulo Roberto de. Boas práticas químicas em biossegurança. Rio de Janeiro: Interciência, 1999. 132 p. 3 Ex.






MARQUES, Amélia Pasqual. Cadeias musculares: um programa para ensinar avaliação fisioterapêutica global. 2. ed. rev. ampl. Barueri: Manole, 2005. 160 p. 3 Ex.






BERTAZZO, Ivaldo. Cidadão corpo: identidade e autonomia do movimento. São Paulo: Summus, 1998. 117 p. 5 Ex.






GAZZANIGA, Michael S.; HEATHERTON, Todd F. Ciência psicológica: mente, cérebro e comportamento. 2. impr. rev. Porto Alegre: ArtMed, 2005-2007. 624 p. 3 Ex.






BELSKY, Janet. Desenvolvimento humano: experenciando o ciclo da vida. São Paulo: Artmed, 2010. 607 p. Tradução de: Experiencing the lifespan. 5 Ex.






SPIRDUSO, Waneen W. Dimensões físicas do envelhecimento. Barueri: Manole, 2005. 482 p. Tradução de: Physical dimensions of aging. 4 Ex.






FURKIM, Ana Maria; SANTINI, Celia Regina Queiroz Salviano (Org.). Disfagias orofaríngeas. 2. ed. rev. atual. ampl. Barueri: Pró-Fono, 2008. 2 v. 5 Ex.






ORTIZ, Karin Zazo (Org.). Distúrbios neurológicos adquiridos: linguagem e cognição. 2.ed. São Paulo: Manole, 2010. 484 p. 3 Ex.






ORTIZ, Karin Zazo (Org.). Distúrbios neurológicos adquiridos: fala e deglutição. 2. ed. Barueri: Manole, 2010. 387 p. 3 Ex.






CAILLIET, Rene. Doenças dos tecidos moles. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2002. 503 p. Tradução de: Soft tissue pain and disability. 5 Ex.






CAILLIET, Rene. Dor na mão. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004. 295 p. Tradução de: Hand pain and impairment. 3 Ex.






WILKINS, Robert L.; STOLLER, James K.; KACMAREK, Robert M. [Ed.]. Egan Fundamentos da terapia respiratória. 9. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009. 1386 p. Tradução de: Egan's fundamentals of respiratory care. 4 Ex.






NELSON, Roger M.; HAYES, Karen W.; CURRIER, Dean P. (Ed.). Eletroterapia clínica. 3. ed. Barueri: Manole, 2003. 578 p. Tradução de: Clinical electrotherapy. 3 Ex.






MOORE, Keith L.; PERSAUD, T. V. N. Embriologia básica. 7. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. 365 p. Tradução de: Before we are born: essentials of embriology and birth defects. 2 Ex.






MOORE, Keith L.; PERSAUD, T. V. N. Embriologia clínica. 8. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. 536 p. Tradução de: The developing human: clinically oriented embriology. 2 Ex.






BIESEK, Simone; ALVES, Letícia Azen; GUERRA, Isabela (Org.). Estratégias de nutrição e suplementação no esporte. 2. ed. rev. ampl. Barueri: Manole, 2010. 516 p. 3 Ex.






WATKINS, James. Estrutura e função do sistema musculoesquelético. Porto Alegre: ARTMED, 2001. 383 p. Tradução de: Structure and function of the musculoskeletal system. 3 Ex.






GROSS, Jeffrey; FETTO, Joseph; ROSEN, Elaine. Exame musculoesquelético. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2008. 469 p. Tradução de: Musculoskeletal examination. 1 Ex.






VAISBERG, Mauro; MELLO, Marco Túlio de (Coord.). Exercícios: na saúde e na doença. Barueri: Manole, 2010. 468 p. 5 Ex.






KISNER, Carolyn; COLBY, Lynn Allen. Exercícios terapêuticos: fundamentos e técnicas. 5. ed. Barueri: Manole, 2009. 972 p. Tradução de: Therapeutic exercise: foundations and techniques. 4 Ex.






BIENFAIT, Marcel. Fáscias e pompages. São Paulo: Summus, 1999. 107 p. Tradução de: Tascias et pompages. 3 Ex.






WILMORE, Jack H; COSTILL, David L; KENNEY, W. Larry. Fisiologia do esporte e do exercício. 4. ed. Barueri: Manole, 2010. 594 p. Tradução de: Physiology of sport and exercise. 2 Ex.






O'SULLIVAN, Susan B.; SCHMITZ, Thomas J. Fisioterapia: avaliação e tratamento. 5. ed. São Paulo: Manole, 2010. 1506 p. 6 Ex.






SACCHELLI, Tatiana.; ACCACIO, Letícia Maria Pires; RADL, André Luis Maierá. Fisioterapia aquática. Barueri: Manole, 2007. 350 p. (Manuais de fisioterapia). 5 Ex.






DRIUSSO, Patricia; CHIARELLO, Berenice. Fisioterapia gerontológica. Barueri: Manole, 2007. 290 p. (Manuais de fisioterapia). 3 Ex.






DUTTON, Mark. Fisioterapia ortopédica: exame, avaliação e intervenção. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. 1720 p. Acompanha DVD; Tradução de: Orthopedic assesment, evaluation & intevention. 4 Ex.






DELIBERATO, Paulo César Porto. Fisioterapia preventiva: fundamentos e aplicações. Barueri: Manole, 2002. 362 p. 1 Ex.






JOSÉ, Fábio Freire; LEITÃO FILHO, Fernando Sergio Studart; MENEZES, Isabel Bueno Santos. Gestão do conhecimento médico: guia de recursos digitais para atualização profissional. Porto Alegre: Artmed, 2009. 468 p. 2 Ex.






MENDES, Ricardo Alves; LEITE, Neiva. Ginástica laboral: princípios e aplicações práticas. 2. ed. rev. ampl. Barueri: Manole, 2010. 216 p. 5 Ex.






MURRAY, Robert K.; GRANNER, Daryl K.; RODWELL, Victor W. Harper: bioquímica ilustrada. 27. ed. Rio de Janeiro: McGraw-Hill, 2007. 620 p. Tradução de: Harper's illustrated biochemistry. 2 Ex.






CAMPION, Margaret Reid (Ed.). Hidroterapia: princípios e prática. Barueri: Manole, 2000. 332 p. Tradução de: Hidrotherapy: principles and practice. 4 Ex.






HAYES, Karen W. Manual de agentes físicos: recursos fisioterapêuticos. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2002. 212 p. Tradução de: Manual for physical agents. 3 Ex.






CHIN, James. Manual de controle das doenças transmissíveis. 17. ed. Porto Alegre: Artmed, 2002. 561 p. Tradução de: Control of communicable diseases manual. 3 Ex.






KROEMER, K. H. E.; GRANDJEAN, E. Manual de ergonomia: adaptando o trabalho ao homem. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005. 327 p. Tradução de: Fitting the task to the human. 5 Ex.






PRENTICE, William E; QUILLEN, William S; UNDERWOOD, Frank. Modalidades terapêuticas para fisioterapeutas. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004. 472 p. Tradução de: Therapeutic modalities for physical therapists. 3 Ex.

 
 
Deixe seu comentário:

sábado, 23 de outubro de 2010

Livros novos chegando...



             A Biblioteca começou a receber os livros solicitados para atender as disciplinas dos cursos!

          Na medida do possível, os mesmos estarão sendo disponibilizados para consulta e empréstimo e poderão ser consultados através da página da Biblioteca, no link "Aquisições do Mês".
 
               Tenham todos ótimos estudos!


Deixe seu comentário:
         
       

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

16 de Outubro – Dia Mundial do Anestesista


Parabéns aos Anestesistas pelo seu dia!



Um livro para mudar vidas


Cadeirante desde os 19 anos, Juliana Carvalho, 28 anos, publicitária, lançou  este ano o livro Na Minha Cadeira ou na Tua?, sobre sua experiência desde que uma inflamação de medula (mielite transversa por lúpus) a paralisou da cintura para baixo. Em entrevista ao caderno Vida de Zero Hora, do dia 9 de outubro, ela falou sobre a repercussão e o estigma que os portadores de deficiência ainda têm de suportar no país.

- O livro é como se fosse um diário. O capítulo antes da lesão eu narro no presente. O depois, no passado, pois não posso viver do passado. Terminha no futuro, o futuro que eu quero - conta a autora.

Zero Hora - Como está a repercussão do seu livro?
Juliana Carvalho - Tenho até fãs. Me acham no Orkut. Tem pessoas que me mandam presentes pelo correio. No meu aniversário, dia 3, recebi um cartão, figurinhas e um colarzinho. Várias pessoas me escrevem.

ZH - O que elas te dizem?
Juliana - "Tu mudaste a minha vida".

ZH - Em que o livro ajuda as pessoas que passam pelo mesmo problema que você?
Juliana - O processo de recomeçar a viver eu já passei. Um mês depois da lesão, voltei a estudar e a trabalhar. Muita gente não consegue isso, fica meses, anos sem fazer isso.

ZH - Por que não conseguem?
Juliana - Porque se deixam abater. Acho que comigo foi diferente porque não tive aquela conversa com o médico: "Tu vais ficar de cadeiras de rodas". Eu não sabia o que estava acontecendo. Começou um formigamento na perna, e não parava. Aí, em 48 horas eu estava tetraplégica. Depois voltaram os movimentos dos braços.

ZH - O que foi o mais difícil?
Juliana - O sexo. Levei cinco anos para voltar a transar.

ZH - Como é?
Juliana - Eu sei o que eu sentia quando alguém tocava a minha pele. Está tudo no cérebro.

ZH - Hoje ainda há muito preconceito em relação a pessoas com deficiência. Por que isso ocorre?
Juliana - Para acabar com esse estigma, é preciso convivência. O preconceito é falta de informação. As pessoas não sabem como lidar, têm medo.

ZH - Você tem esperança de voltar a andar?
Juliana - A grande aposta é a terapia celular. Vai rolar. É questão de tempo.



Fonte: Zero Hora, 9 de outubro de 2010. Vida, p. 3.  


Deixe seu comentário:

Parabéns Professor



Parabenizamos a todos os professores e professoras pelo seu dia!!


segunda-feira, 11 de outubro de 2010

12 de Outubro – Dia da Cirurgia Infantil

            Além do dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida, amanhã se comemora o dia da Cirurgia Infantil, que, segundo Curti (1972) é uma especialização do final da década de 40 consolidada devido a visão da criança como criança, ou seja, com características próprias e não uma “miniatura do adulto”. Juntamente com a alta mortalidade observada quando esta era assistida em serviços cirúrgicos gerais e incidência predominante ou exclusiva de afecções.
            Para Vasconcellos e Melo (2005) o crescimento da cirurgia pediátrica só foi possível devido a avanços nos conhecimentos das particularidades anatômicas, fisiológicas, imunológicas e psicológicas das várias faixas etárias permitindo uma abordagem diferenciada de cada uma delas. E devido ao surgimento e aprimoramento das Unidades de Terapia Intensiva neonatais e pediátricas.
            Ainda que o bom entrosamento entre as equipes (cirúrgica, anestésica e clínica) seja de grande importância em qualquer tratamento cirúrgico, quando no tratamento de infantes este se torna imprescindível. Sendo também, fundamental o conhecimento científico aliado à sensibilidade de cada membro de uma equipe multidisciplinar na abordagem da criança.

            Aqui fica uma dica de vídeo, o cirurgião pediátrico Paulo Roberto Bueno falando sobre sua experiência em um hospital de Assis, SP.


            E, para quem tem interesse na especialidade, estão abertas as inscrições para a prova realizada pela Associação de Cirurgia Pediátrica com provas a serem realizadas entre os dias 19 a 21 de novembro em Belo Horizonte.

REFERÊNCIAS
BUENO, Paulo Roberto. Cirurgia pediátrica: uma brincadeira muito séria. Assis, [200-?]. 1 video online (11 min.): son., color. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=nGMWTeWPc9M&feature=related. Acesso em: 29 set. 2010.

CURTI, Primo. Cirurgia pediátrica. São Paulo: Sarvier, 1972.

VASCONCELLOS, Marcos Carvalho de; MELO, Maria do Carmo Barros de. Particularidades das faixas etárias pediátricas. In: PEREIRA, Regina Maria; SILVA, Ana Cristina Simões ; PINHEIRO, Paulo Fernando Martins. Cirurgia pediátrica: condutas clínicas e cirúrgicas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.


Deixe seu comentário: